Lista de blogs em português sobre desenvolvimento web e TI

Com essa lista de blogs da pra aprender muita coisa, em português. E pra facilitar o trabalho ainda, deixei disponível uma lista opml com todos os feeds para importar no seu leitor de rss (se alguém ainda não tem, sugiro o feedreader).

Lista opml com todos os feeds para importar no seu leitor de rss

Apesar de não termos um blogroll, esse seria o nosso. Segue lista em ordem alfabética, façam bom proveito:

A informação – Atualizado com boa freqüência, o blog fala sobre o mercado de TI em geral, mostrando as principais notícias do momento da área.

veja mais tidbitsAkita On Rails Fabio Akita, uma das principais referências de Ruby On Rails no Brasil, ensina RoR, divulga eventos e mostra as principais novidades do framework.

AleMazzariolli – A webwriter, que também é editora do webinsider, e revisora dos cursos online da Visie fala sobre suas experiências profissionais: comunicação, usabilidade, acessibilidade, etc.

Arquitetura de Informação – O famoso blog é atualizado Silvia Melo e Fabricio Teixeira (arquitetos de informação da AgênciaClick) mostra boas referências, ótimos textos e os trabalhos realizados por eles.

BrPoint – O Blog fala sobre SEO e Blogs, incentivando a galera a fazer blogs pra ganhar dinheiro, ou mesmo por diversão.

Bruno Dulcetti – Com boa freqüência de posts também, o carioca que trabalha como Web Design / Web Development fala sobre web standards, css, xhtml e tecnologia em geral.

Bruno Torres – O carioca, especialista em SEO, trabalha no UOL, apesar de não postar muito, seu Blog conta com 5290 assinantes em seu FeedBurner.

Carreirasolo – Um blog diferente, conta como é viver de freela, e da as dicas pra galera a conseguir isso. Também posta sempre sobre profissionais freelancers (para aqueles que querem contratar), divulga jobs e vagas para freelancers e ainda tem um podcast falando das dificuldades em freelas.

Ciro Feitosa – Desenvolvedor web, trabalha tanto em desenvolvimento de sistemas quanto em programador de interface, e no seu blog, fala sobre suas experiências.

Chris B. – Com uma experiência grande já na área de desenvolvimento web, Chris é responsável por uma equipe de programadores de interface e conta no seu blog um pouco de suas experiências.

Clauber Stipkovic – Programador de interface da AgênciaClick e membro do projeto Mozilla. Clauber, também conhecido como Jesus (semelhança física), comenta seus projetos em seu blog.

Cleiver – O programador fala bastante sobre php, o framework CakePHP, linux e seu notebook da HP que só lhe dá problemas.

Cor Cinza – Apesar do nome parecer um blog de design, o conteúdo principal do blog é PHP, o blog tem boas introduções e tutoriais pra quem está começando na linguagem.

CSS no lanche – Blog específico, fala do básico ao avançado sobre CSS, explica boas práticas, e é sempre atualizado.

veja mais tidbitsDanillo Nunes – Recentemente ele decidiu traduzir o Opera Web Standards Curriculum, um curso da Opera que ajuda a preparar desenvolvedores. Os artigos são excelentes, bem técnicos.

Desenvolvimento para Web – Sem um tema específico, o blog da dicas de SEO, PHP, CSS e fala sobre novos CMS e tudo mais que engloba o desenvolvimento web.

DGMike – DGmike é desenvolvedor web que trabalha para a Visie. Seu blog fala sobre php, python, html, css, javascript, etc.

Digital Paper (Podcast) – Em formato de Podcast, o blog com poucas atualizações, tem pots interessantes sobre usabilidade, wordpress, Google Gears, etc…

veja mais tidbitsEduardo Ottaviani – Mais um programador de interface da AgênciaClick, fala sobre CSS, Javascript e boas práticas no desenvolvimento.

El Micox – O blog bastante visitado (eu acho) tem como objetivo postar funções prontas JavaScript, Ajax, PHP, DOM, Webstandards, dicas e outras coisas.

FechaTag – Outro blog de alguém da Visie, Elcio Ferreira fala sobre XML, XHTML, CSS, Tableless, Python, Linux além de divulgar eventos da área.

HTMHelen – Helen Fernanda tem um perfil interessante, apesar trabalhar em outra área e estudar comunicação, ela escreve sobre html, css e novidades na internet. O blog está sempre atualizado e além desse blog, ela tem mais QUATRO, e ainda faz freelas com web. Helen parece ser uma daquelas pessoas que faz seu dia parecer ter 35 horas.

Igor Escobar – Como ele mesmo diz, o objetivo do blog é documentar todo o processo de mudança na área de técnolgia focada no desenvolvimento web e apresentar as soluções e problemas cotidianos.

Ivo Gomes – Ivo, consultor de usablidade a 4 anos, fala um pouco da área, de acessibilidade e arquitetura da informação.

jQuery Brasil – Sem posts recentes mas com um conteúdo muito bom, jQuery Brasil fala sobre plugins, efeitos e como usar o mais conhecido framework em javascript.

Julio Gref – O desenvolvedor web fala sobre Frameworks, Mootols, jQuery, Javascript, e como diz um de seus posts: “coisas que todo desenvolvedor deveria saber”.

Leonardo Caineli – Com mais de 7 anos de experiência na área, já trabalho como Programador de Interface e Web Design, assim consegue falar sobre Design, Padrões Web e Tecnologia.

Lucas Ferreira – Além de muitas referências (Links for del.icio.us) o blog tem posts sobre jQuery / Lightbox / PHP.

Luiz Tiago – Formado em Sistemas e trabalhando na área de desenvolvimento web desde 2001, seu blog tem um enfoque em webstandards e novidades na área.

Lutando por WaSP – WaSP é sigla para Web Standards Project (é.. tem um trocadilho no meio, wasp significa vespa). Aldemir fala sobre padrões, acessibilidade, Arquitetura da informação, CSS, Rails, Javascript.. e por aí vai.

Marcos Gomes – Ajudou a fundar e é diretor de tecnologia da boo-box. Trabalha com internet a mais de 10 anos, sendo que só tem 22. Tem muita experiência pra contar no blog.

Maujor – O famoso “dinossauro das CSS”, responsável pelo site “CSS para Web Design”, tem um blog também falando principalmente sobre jQuery, já que lançou um livro em português recentemente.

Mestre SEO – Blog específico em SEO com diversos autores que dão as dicas do que fazer e do que não fazer para obter melhores resultados nos buscadores.

O Desenvolvedor – Com muito javascript, jQuery e prototype o blog é ótimo pra quem deseja largar o flash pra fazer efeitos que poderiam ser feitos com javascript. Além disso o blog fala de padrões web, semântica.

pBlog – No blog do Rodrigo Ghedin e Érico Oliveira o tema é WordPress. Plugins, atualizações, temas, tudo é abordado no blog, ideal pra quem não sabe programar, mas deseja ter um blog bem personalizado.

Pinceladas da Web – O blog de Pedro Rogério chama atenção pelo alto nível dos posts, com boa freqüência de atualização e desde 2006, os assuntos mais falados de seu blog são Acessibilidade, Browsers, CSS, JavaScript, jQuery e XHTML segunda sua tag cloud.

Pixeladas Aleatórias – Análises sobre a web e muitas referências (links for del.icio.us) é o que mais tem no blog, que também fala de HTML / CSS. Sua descrição no seu blog é “Simone Villas Boas é desenvolvedora de front-end, geek em tempo integral”.

Profissão Web – Thiago Melo, um dos colunistas do webinsider, tem seu blog, que com um ano e meio de vida tinha mais de 700 posts, impressiona! Thiago é desenvolvedor e designer de interfaces e já atua na área a mais de 6 anos.

Project 47 – Falando sobre web standards e wordpres, Carlos Eduardo que é desenvolvedor web criou a “sexta feira dos webstandards” que era uma série de links e referências bem interessantes, apesar de não ter dado continuidade, existem 15 posts desses que estão em meio ao seus históricos.

Revolução Etc – O mais famoso blog da lista, tem quase 7 mil assinantes dos seus feeds. Atualmente ele está escrevendo “dicas de como montar um blog” mas aos seus quase 400 posts tem muitos posts técnicos porém bem detalhados, mostrando o porque é de tanto sucesso.

Ruf Space – Falando sobre webstandards e o cotidiano web. Apesar do blog estar praticamente parado, existem posts interessantes em seu histórico na sessão DOM lab.

veja mais tidbitsSEO Cast – O slogan do blog é “muito mais que meta tag”. Além dos posts dando as dicas de SEO também estão disponíveis podcasts sobre o assunto.

Simples Idéias – O blog de Nando Vieira é bem técnico, para aqueles que querem ver código mesmo. O blog está bem focado em Ruby On Rails, mas tem outros posts de outros assuntos.

t de <tag> – Segundo sua descrição, Marcello de Souza é técnico em informática, programador e professor. Entusiasta de novas tecnologias e do uso de software livre. Sendo tudo isso tem muita coisa pra ele escrever como Python, Padrões web, CSS e bastante Ruby On Rails.

Tá dificil… – Usabilidade é o tema do blog que mostra a grande dificuldade que usuários tem para fazer coisas simples como comprar cartucho para Epson ou obter resultados anteiores da mega-sena.

Tableless – Diego Eis ensina CSS / XHTML / jQuery / SEO. Além dos posts escritos, o blog tem diversos vídeos que são tutoriais curtos e bem detalhados mostrando desde implementando html até manipular atributos com jQuery.

Techbits – O tema é TI, Alexandre Fugita escreve as notícias do mercado, como o lançamento do Android, Chrome, Campus Party, twitter, a privadade do facebook, etc.

TecnoBlog – O blog voltado para a Tecnologia, tem uma boa freqüência de posts que dão notícias da internet como “Brasil é o 6º colocado no ranking de ataques de malwares” ou “Yogen Max – carregue a bateria do seu notebook com o movimento dos pés”.

Tecnocracia – Manoel Netto se diz apaixonado por tecnologia, trabalha com web desde 1998. Ele fala sobre internet em geral, o blog é bastante acessado, 1700 pessoas assinam seus feeds.

veja mais tidbitsTidBits – Nosso blog. Eu, Danilo Augusto, programador da AgênciaClick, e Belinha, arquiteta de infromação da Tesla, em meio as brigas de casal, falamos sobre desenvolvimento web e eninamos através de exemplos práticos.

Tulio Faria – Túlio é professor técnico em informática e freela fazendo sites. Programador de diversas linguagens. Apesar disso, seu blog é voltado mais para PHP.

UnderGoogle – Tudo sobre o google. Search Wiki, Friend Connect, Orkut, Gmail, Zeitgeits, Maps, Adwords, etc etc.. o assunto no blog é somento Google e segundo eles, 11 mil pessoas assinam seu rss.

Vagas na Web – E para aqueles que já aprenderam o bastante e talvez seja a hora de ser melhor remunerado, esse blog do yogodoshi posta diversas vagas de empregos todos os dias. Até meu emprego atual, eu fiquei sabendo da vaga por lá.

ViuIsso? – Michel Lent Schwartzman é CCO da 10’Minutos S.A., designer gráfico, mestre em Telecomunicações Interativas pela New York University, articulista do Webinsider e do Yahoo! Tecnologia, juri do Prêmio iBest desde 1999 e professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing. No seu blog ele dá as notícias do que está acontecendo na web.

Visie – No blog da empresa de treinamento em desenvolvimento web, consta a agenda de palestras do Élcio Ferreira, vídeos tutoriais e outras coisas ligadas a empresa.

Web, Design e CSS – Cleo, uma Web designer que também trabalha com CSS, XHTML, SEO e usabilidade, fala um pouco de tudo no seu blog, com o conteúdo é bem variado, pode interessar a diferentes áreas.

Webinsider – O blog, patrocinado pelo UOL, conta com diversos colunistas, está ativo desde 2000 e fala sobre o mercado web no Brasil.

WebPoint – Alexandre Magno é membro da equipe do jQuery, no seu blog ele fala muito do framework, escreve diversos tutoriais, fala de plugins, enfim… dá todas as dicas pra quem quer trabalhar com a ferramenta.

Yogodoshi – Cayo Medeiros, além do Vagas na Web, tem esse blog que fala sobre SEO, jQuery, Javascript, cita boas referências e tem o post “O Melhor da Semana” (que está da edição 32) com links das notícias que chamaram atenção, todas separadas por categorias, como Tuturiais, Vagas de Emprego, Dicas, Notícias, Artigos, etc..

Se alguém quiser incluir um blog, deixe comentado aqui o endereço do blog que eu atualizo o post, desde que o blog se encaixe na lista, é claro.

[]s

8 erros de CSS que você não deve cometer

Inspirada pelo meu último post, e pelo artigo do Glen Stansberry resolvi aproveitar o momento para incentivar a avaliação não só da usabilidade de um site, mas também do CSS. Agradecendo a dica do Jamaica ;) segue a minha lista “adaptada” do que eu acho que ninguém deve fazer com o CSS do site:

1. Ignorar a compatibilidade de browser
A gente já falou um monte sobre crossbrowser aqui no Tidbits. Já falamos de truques para checar se o seu site está compátivel com todos os navegadores, ensinamos a utilizar os Global Resets para zerar as propriedades automaticamentes setadas pelos browsers, e o Danilo no post anterior falou sobre o CSS compatível sem uso de hacks. Com esse material todo, você não pode nem pensar em deixar o seu CSS “quebrar”…

2. Não validar o HTML e o CSS
Também no post sobre garantir a qualidade do seu site em todos os browsers, eu dei o link de ferramentas de validação. Passem por elas para garantir um código semântico!

3. Não utilizar classes para formatações que se repetem em vários elementos
Se você tem elementos que tem propriedades de formatação iguais, utilize apenas uma class para definir essas propriedades para todos elementos. Se você tem em uma página, por exemplo, todas as fotos e boxes de um site tem borda e flutuam a direita, você pode simplesmente criar uma class para definir esses atributos e invocá-la em todos os elementos que a utilizam. Se, por um acaso, você precisasse mudar a cor da borda, teria que fazer isso em todos os elementos, se não atribuir a propriedade uma única vez.

4. Utilizar nomeclaturas ruins para classes e ids
Isso pode ser uma questão aparentemente insignificante, mas se você precisar fazer qualquer alteração no CSS depois de um tempo, vai se arrepender amargamente de não ter gastado 2 segundos a mais do seu tempo para pensar em um nome mais descritivo do que #box_top ou .coluna_left. Rótulos orientados à posicionamento ou ao formato do conteúdo dificultam a manutenção e substituição desse CSS.

5. Usar CSS para tudo
Quando se abandonaram os layouts com tabelas as tabelas ficaram tão mal faladas que até quando se precisa de tabelas, as pessoas tentam fazê-las da maneira mais díficil. O conceito é “Tableless” e não “Tablenone” – com o perdão do trocadilho infeliz. Enfim, o HTML precisa ser semântico, e quando você exibe dados em uma tabela, nada mais semântico do que utilizar uma tabela mesmo, não?

6. Usar CSS inline
Um dos piores erros que se pode cometer, é não se utilizar o conceito de “layers” (camadas), na hora de desenvolver uma interface. Na época que eu aprendi a mexer com o Photoshop, eu levei um tempo até perceber o qual importante era esse conceito, de manter cada coisa, em um plano diferenciado, e como isso facilitava a aplicação, manutenção e alteração de qualquer erros. Esse conceito é igualmente aplicável para o CSS, mantenha ele sempre em um arquivo externo. Um dos principais problemas remete ao item 3 dessa lista: com o CSS inline, você precisaria atribuir os valores para cada elemento individualmente, o que se transformaria em um caos, quando precisasse fazer modificações no layout.

7. Carregar muitos arquivos de CSS
Dividir o conteúdo do CSS em arquivos separados, facilita a manutenção – até certo ponto. Se você divide demais o CSS, pode acabar dificultando não só a manutenção, pela dificuldade de encontrar o arquivo que exatamente está procurando, como também o carregamento da página. Arquivos de CSS são bem leves (em sua maioria), o problema é que muitas conexões com o servidor, que precisam ser feitas para cada arquivo de estilo que for baixado, normalmente demoram mais que o próprio download. Normalmente, eu e o Danilo utilizamos um arquivo default.css setando propriedades que replicam em todo o site, por exemplo o CSS do Header, Footer, Menu lateral, e coisas do tipo. E criamos para cada área, o arquivo nomedaarea.css com as propriedades específicas da página, ou por exemplo um conteudo.css com as propriedades de css de páginas geradas dinamicamente.

8. Não utilizar o Firebug para acelerar os ajustes do css
O Firebug é uma ferramenta mais importante que o editor de códigos. Se um layout está com problemas de posicionamento, ou você está com dificuldades de entender porque uma div está herdando um padding fantasma de algum lugar, o Firebug ajuda você identificar quais são as propriedades de css que estão influenciando aquele elemento. Além do CSS, ele também facilita visualizar a estrutura do HTML, e identificar possíveis erros.

Acho que seguindo essa lista, já é possível otimizar o tempo de desenvolvimento, e ao mesmo tempo fazer um CSS de melhor qualidade. E se alguém se lembrar de algum outro erro que também poderia ser evitado, fique a vontade para comentar, e construirmos nossa lista juntos :)

Oficinas: Tableless, ActionScript 3, Orientação a Objetos, .NET, etc por 10 reais

O Circuito Senac de Tecnologia da Informação 2008, comentado aqui no TidBits pela Belinha, promove centenas de oficinas, palestras e workshops em todos os Senacs em São Paulo, tanto na capital quanto em dezenas de cidades do interior (até em Bebedouro, Votuporangaba, Jaboticabal e Catanduva!!!).

No dia 1 de outubro – 14 horas no Senac Consolação terá o curso “Construindo uma página utilizando Tableless”. A inscrição dessa oficina pode ser feita diretamente aqui.

Além dessa oficina, existem outras ao longo do circuito como:

Conhecendo ActionScript 3
Publicidade na web
Entendendo a web 2.0
Orientação a Objetos
Gerenciamento de projetos com MS Project
Crie Animações Usando Flash
Desenvolvimento de aplicações na plataforma .NET
Técnicas de tratamento de imagens no Photoshop CS3
Técnicas de vetorização no Ilustrator CS3
Servidores Windows x Linux

E centenas a mais que pode ser vista no site do circuito.

Todas as oficinas e workshops custam 10 reais. As palestras custam 1kg de alimento não perecível.

Pseudo classes first-child e last-child cross browser usando css condicional

Pseudo classes first-child e last-child servem para aplicar css no primeiro ou último ítem de uma seletor CSS.
É muito bom usar pra colocar cantos arredondados.

Normalmente as pessoas colocam :

<ul>
	<li class="primeiro"></li>
	<li></li>
	<li></li>
	<li></li>
	<li></li>
	<li class="ultimo"></li>
</ul>

E depois aplicam css no li.primeiro e no li.ultimo, e quem tem que programar depois server side no server que se vire fazendo ifs.

Isso não é necessário!

Veja no exemplo de First Child, como colocar uma cor diferente no primeiro ítem do menu.

first-child e last-child cross browser usando css condificional

HTML :

<ul>
	<li>Programas Relacionados</li>
	<li>Comentários (4)</li>
	<li>Espalhe este Post</li>
</ul>

CSS :

#tabs ul li{ 

	/* font padrão - preto */
	font-color: #000;

	/* IE - CSS Condicional */
	font-color: expression(this.previousSibling == null ? '#F00' : '#000');

}

/*
	Pra todos os outros browsers é mais simples,
	é só usar o pseudo-classe :first-child
*/
#tabs ul li:first-child{ font-color: #f00; }

Funciona como um operador ternário normal :
Propriedade css : expression(condição ? valor verdadeiro : valor falso )

E se tivesse que escolher o último ítem?
Veja no exemplo, como colocar uma borda somente no último ítem:

#tabs ul li{
	border: 0;
	border: expression(this.nextSibling == null ? '1px solid #000' : '0');
}
#tabs ul li:last-child{ border: 0; }