Como evitar que seu conteúdo seja copiado na web

Aqui no Tidbits, a gente já passou por isso algumas vezes, e qualquer um que tem blog ou site, e publica conteúdo original já pode ter passado também. Infelizmente, o número de pessoas interessadas em roubar conteúdo alheio, costuma ser maior do que o número de pessoas interessada em produzir material próprio.

Tidbits sendo copiado, no Copyscape

Mas existem algumas dicas que podem ajudar você a encontrar seu conteúdo espalhado por aí, um deles é o Copyscape, nele você cola a url do post ou da página que quer verificar, e ele faz um match dos sites que tem aquele mesmo conteúdo. Uma outra opção é utilizar a busca do Google, retirando trechos do seu site e buscando entre “aspas” para verificar se uma frase exatamente igual a sua está passeando por outros blogs/sites.

Tidbits copiado no Google
Mas não basta somente identificar as cópias. Também é preciso tomar alguma providência contra elas, e uma delas é utilizar os caminhos absolutos (com http://…) para todos os links de imagem do seu post. Isso porque se a pessoa é preguiçosa o bastante para sair copiando conteúdos alheios a torto e a direito, ela muito provavelmente vai copiar sua imagem também. Usando o caminho absoluto, você vai estar recebendo não só o link externo (que é super importante para o PageRank, como eu já publiquei aqui há um tempo atrás) como também vai indicar aos mecanismos de buscas que você é quem tem o conteúdo original – isso significa que na hora de ordenar esse conteúdo, o buscador identifica os conteúdos replicados e joga pra beeem longe dos primeiros resultados o conteúdo copiado, já que ele não será relevante para o usuário.

Outra solução bastante inteligente foi dada pelo site internacional Conversation Marketing em um post que traz 3 maneiras de se livrar do plágio. Uma delas, a mais inteligente que eu já vi por aí, é você colocar uma pequena imagem da mesma cor do background do seu site, em algum lugar onde ela possa ficar bem disfarçada.

Na hora que seu texto for copiado, é muito provavél que ela seja copiada também. Nesse caso, quando você descobrir que está sendo plagiando – e se a conversa não funcionar (o que acontece em 90% dos casos) – você pode se “vingar” do folgado e substituir a imagem que nem existia por um belo “outdoor” mostrando que aquele conteúdo ali não é desse fulano.

Plugin de jQuery para Twitter

Ví no pinceladasdaweb (ótimo blog) que um programador chamado Damien du Toit escreveu recentemente um Plugin do jQuery para o twitter, que obtem os últimos tweets de um usuário e eu traduzi para português (os horários dos tweets).

Vejam o exemplo:

Para usar é facil:

Invoque o jQuery, o plugin e o css ( que você pode alterar facilmente para deixar personalizado ).

<script type="text/javascript" src="jquery-1.2.6.pack.js"></script>
<script type="text/javascript" src="jquery.twitter.js"></script>
<link rel="stylesheet" href="jquery.twitter.css" type="text/css" />

Escreva uma div onde vai ficar os tweets

<div id="twitter"></div>

E enfim, chame o método do plugin:

$(document).ready(function() {
	$("#twitter").getTwitter({
		userName: "maktuiu",
		numTweets: 5,
		loaderText: "Carregando tweets...",
		slideIn: true,
		showHeading: true,
		headingText: "Últimos Tweets de maktuiu",
		showProfileLink: true
	});
});

Note que é possível configurar quantos tweets vai aparecer, a mensagem de “carregando”, o título, etc.

Aqui está disponível para download um exemplo demo do plugin e o script (já com os horários dos tweets traduzidos).

Editor web WYSIWYG simples – Plugin de FCKEditor pra jQuery

O FCKEditor é um editor WYSIWYG (What You See Is What You Get) muito completo, e bem simples de ser implementado.

Como funciona?
Você escreve uma textarea comum e chama o FCK que esconde a textarea e coloca um editor web. E toda vez que o texto é alterado, ele coloca o texto formatado (com tags html) dentro do textarea. Sendo assim, um técnica pura de javascript, funciona em qualquer navegador e qualquer linguagem de programação: php, asp, .net, java, etc.

Com o plugin jQuery FCKEditor Plugin v1.3 fica mais fácil ainda pra quem já trabalha com jQuery. Além disso o FCK Editor para jQuery consegue trabalhar com o jQuery Validate e com o jQuery Form Plugin.

Tutorial de como implementar o editor web.

Baixe os arquivos jQuery, o FCK Editor e o Plugin dele pra jQuery .

Adicione o código dentro da tag da sua página:

<script type="text/javascript" src="jquery-1.2.6.pack.js"></script>
<script type="text/javascript" src="jquery.FCKEditor.js"></script>
<script type="text/javascript">
	$(document).ready(function(){
		$.fck.config = {path: '_scripts/fckeditor/'};
		$('textarea#fckExemplo').fck({height:220, width:455});
	});
</script>

Sendo que o path, é o caminho da pasta de onde vc deixou a pasta do fck editor.

Depois é só escrever o textarea no seu html.

<textarea name="fckExemplo" id="fckExemplo"> 
	Teste de <strong>conteúdo</strong> 
</textarea>

Sendo que, o que vier dentro do textarea, será interpretado dentro do editor.

Como personalizar a barra de ferramentas

Se você seguiu o tutorial, viu que por padrão, o FCK tem centenas de botões (tem mais botões que o word, sem exagero), então, é necessário configurar a criar uma barra de ferramentas personalizada.

Para fazer isso, entre na pasta do fckeditor e abra o arquivo fckconfig.js
Na linha 101 e 118, existem duas toolbars, siga a mesma estrutura e crie a sua com os botões que desejar, coloque um nome pra ela, como “TextoSimples” por exemplo.
Depois disso, para invocá-la, você adiciona um parâmetro na hora de chamar o fck:

 $('textarea#fckExemplo').fck({
	height:220, 
	width:455,
	toolbar:'TextoSimples'
});

Vejam o exemplo, como ficou:

Um detalhe bem importante: por questões de segurança o FCK não funciona se você quiser rodar em um ambiente local. É necessário que esteja num servidor (pode ser um apache / iis / tomcat na sua máquina) só para acessar por http://

Visitem a página do plugin e o site do FCK Editor para obter mais informações.

Sikbox, um sistema de busca com live search para você colocar em seu site ou blog

Há uns posts atrás, quando o Danilo fez aqui no blog o resumo do Google Search Masters, ele falou sobre o Google Custom Engine, que é uma ferramenta que permite adicionar a busca do Google, de maneira bastante customizável ao seu site, podendo restringir a busca ao seu conteúdo, a sites relacionados ao seu tema de interesse ou mesmo a toda a web.

O Sikbox faz mais ou menos isso, só que com um diferencial: ele utiliza como base um recurso de Jquery e a API de busca do Yahoo! para oferecer uma busca onde os resultados aparecem estilo “autocomplete” abaixo da barrinha de busca. Para implementar isso no seu blog ou site, você não vai precisar digitar uma linha de código.

Só é necessário entrar em sikbox.com, colocar o endereço de seu site/blog, e apertar “Get the code”. Depois é só customizar o CSS (que pode ser um dos oferecidos pelo site, ou o CSS próprio), e definir quantos resultados para busca.

Aí é só copiar a linha de código gerada, e colar onde você quiser no código do seu site. Bem simples, funcional, e rápido de instalar. ;)