Circuito Senac de Tecnologia da Informação 2008

Mais um evento interessante – e dessa vez em tempo hábil para assistirmos (piada interna!). Para quem reclama do preço da educação no Brasil, é uma grande oportunidade para fazer um networking, aprender coisas novas a preços bastante acessíveis.

No Circuito, as oficinas e workshops vão custar apenas 10 reais, e a entrada nas palestras é com 1 kg de alimento não perecível ou 2 produtos de higiene pessoal. Bom motivo para levantar a bunda da frente do computador e acrescentar uns itens interessantes no currículo e na massa cinzenta.

Os temas do circuito vão abranger Aplicativos, Computação Gráfica, Desenvolvimento de Sistemas, Gestão de TI, Infra-estrutura de redes e Web. O evento acontece entre setembro e outubro, e tem datas que variam conforme as unidades do Senac.

Maiores informações no hotsite do Circuito.

Já sei programar, vale a pena fazer faculdade?

Muitas pessoas devem fazer essa pergunta pra si própria. Minha opinião é NÃO, não vale a pena. Pelo menos pra mim não valeu. Tudo bem, fiz uma faculdade fraca (UMC – Villa Lobos), curso tecnólogo (3 anos). Mas, pensa só… uma faculdade de 700 reais de mensalidade, custa 25 mil reais ao longo do curso (se não tiver reajuste) e as 4 horas por dia (5 ou talvez 6, 7 contando transporte e trabalhos pra entregar), durante 3 anos, é MUITO tempo também.

Enfim, aprendi bem pouco pelo enorme tempo e dinheiro investido, me arrependo de ter feito faculdade, se eu gastasse o mesmo dinheiro em cursos, podia ter Certificado Java da Sun, PHP da Zend, Cisco, além de muitos cursos interessantes hoje na Impacta, Visie e até no Senac… Enfim, muito mais cursos onde realmente se aprende e que pesam no currículo.

Em tecnologia, as empresas não procuram por um profissional formado em sistemas de informação ou em ciência da computação pode ver na Apinfo, Clickjobs, Vagasnaweb ou qualquer outro site de empregos de TI, procuram por programadores .net, asp, c#, php, java, xhtml/css, oracle… enfim… coisas úteis para construir um site / um sistema. E tudo aquilo que passam nas aulas da faculdade de calculo de números binários, matemática e estátistica, funcionamento de um processador, registradores. Provas sobre gerenciamento da memória, trabalhos sobre computadores de 1960, etc. Com certeza, isso pode ser usado em alguma empresa que fabrica hardware ou sei lá o que mas, no Brasil é 100 vezes mais útil fazer um curso de linguagem de programação. Ou se você já sabe a linguagem, pode gastar o tempo que ficaria na faculdade fazendo freelas ou estudando em casa. Acredito que se aprende tanto quanto ou mais fazendo projetos reais em casa durante 3 anos do que frequentar uma faculdade.